Problema sem solução

07jan10

O diabo das catástrofes provocadas pelo clima é que elas passam. Logo o verão termina, as chuvas cessam e a vida volta ao normal.

Choradas as mortes e as perdas, as ruas são limpas, pontes e casas são reconstruídas e o assunto sai de pauta. Pelo menos até que a próxima temporada de chuvas traga sua destruição.

Esta é uma história que se conta todos os anos, todos os anos, embora toda a discussão sobre mudanças climáticas lhe empreste um ar de novidade – em São Paulo, o prefeito Gilberto Kassab não demonstra qualquer constrangimento em dizer que as últimas enchentes foram o resultado de “muita chuva”.

O grande desalento é que este é um problema sem solução.

O Brasil precisa reurbanizar suas cidades, o que exige não apenas muito dinheiro, mas um senso de comprometimento com o futuro do qual os políticos no País não passam nem perto. Por aqui, projetos de longo prazo batem de frente com as demandas eleitoreiras.

Dá muito mais voto decretar estado de emergência, sobrevoar as áreas destruídas, apertar a mão de desabrigados e reconstruir tudo do que investir em ações muitas vezes invisíveis (para não mencionar o fato de que, em situações assim, governos podem gastar sem abrir licitação).

Ações preventivas como frear a ocupação – e a destruição – das áreas de manancial ou aumentar o rigor na emissão de licenças ambientais, também são impopulares, além do que ferem interesses econômicos – desde o das grandes usinas ao das pousadinhas em encostas de morro.

Também desconfio que haja um problema de competência. Falta aos governos municipais gente capaz de fazer projetos tecnicamente consistentes e buscar recursos para executá-los.

Mas é, sobretudo, um problema de conscientização mesmo, de gente que acha que o Brasil virou refém de ambientalista.

Anúncios


No Responses Yet to “Problema sem solução”

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: