11/09

11set11

A essa altura todo mundo já deve estar bem saturado da avalanche de homenagens, documentários, análises, crônicas e narrativas melodramáticas sobre os ataques de 11 de setembro de 2001.

Já sacou que a queda do WTC mudou “para sempre” a história, deu início à famigerada “Guerra ao Terror” ou à “guerra permanente”, que foi o evento “definidor” da última década, instalou o medo e, de algum modo, marcou o “início do fim” da hegemonia americana no mundo.

Já foi instigado a se lembrar do que fazia no exato momento em que os aviões atingiram as Torres Gêmes, da inigualável sensação de testemunhar um acontecimento histórico, do misto de horror, paralisia e excitação que tomou conta das pessoas mundo afora.

Viu e reviu, algumas dezenas de vezes, as imagens cinematográficas do desastre, as pessoas se jogando do alto para não morrerem queimadas, e a imponente construção de aço e concreto transformando-se em uma nuvem de poeira a perseguir os que estavam no chão.

Leu outras dezenas de análises conciliando expressões como terrorismo, islã, opressão, liberdade, segurança, democracia, intolerância e imperialismo, com conclusões variadas e ao gosto do leitor e suas inclinações ideológicas.

Ao fim disso tudo, parece não restar nada além de um vazio.

O mesmo vazio que emerge da morte de milhares de crianças pela fome na Somália, neste momento. Ou do massacre de muçulmanos, na Bósnia, e de mais de um milhão de tutsis, em Ruanda, na década passada (eventos talvez ignorados pela maioria das pessoas).

Nada além de um vazio. Exceto uma profunda e silenciosa descrença no homem.

Anúncios


No Responses Yet to “11/09”

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: